16 dias ativismo 2023

Há compromissos políticos assumidos internacionalmente que é preciso relembrar e recolocar na agenda política dos países, constantemente. O combate à violência contra as mulheres é um deles. Resoluções, recomendações, convenções, leis e continuam a morrer mulheres assassinadas pelos seus maridos e companheiros e milhares continuam a sofrer no silêncio das quatro paredes de sua casa. A violência contra as mulheres, por serem mulheres, persiste e repete-se.

Todos os dias percorremos o caminho da consciência coletiva de que somos vítimas de um crime quando somos agredidas, o que nos leva a não desistir, a propor novas soluções e a construir um espaço de solidariedade e segurança na sociedade. É isso que fazemos por ocasião do Dia Internacional Pela Eliminação da Violência Contras as Mulheres – 25 de Novembro marchando unidas pela mesma causa.

É isso que fazemos nos 16 Dias de Ativismo – entre o dia 25 de Novembro e o dia 10 de Dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, duas datas cujos laços são indissolúveis.

Este ano, 2023, a FEM, Feministas em Movimento, convidou 16 mulheres para escreverem um texto sobre estas duas datas. O resultado é um conjunto de pensamentos, ideias, propostas, que por sua vez, estamos certas, despoletarão novos desafios para que não nos limitemos a assinalar a passagem de mais um ano.

A estas mulheres juntou-se mais uma, através do seu traço e da cor com que caracteriza a imagem.