SOS_Ucrânia

Na sequência de uma das maiores crises humanitárias na Europa, onde um número crescente de pessoas foram forçadas a sair da Ucrânia para outros países ultrapassando os 2,31 milhões.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), estima-se que este número aumente exponencialmente.

Alguns destes refugiados serão acolhidos em Portugal, sendo que os municípios se encontram envolvidos neste processo, estando a preparar as respostas locais para as diferentes necessidades que previsivelmente surgirão.

Neste sentido e no contexto da situação de emergência humanitária que estamos a viver, a Rede Social de Almada apela à sua disponibilidade para poder receber refugiados, através da criação de posto(s) de trabalho, sendo que é sabido que irão chegar maioritariamente mulheres.

Com o intuito de agregar o conjunto de respostas de apoio do Estado Português foi concebido o site PortugalforUkraine onde poderá consultar as iniciativas desencadeadas pelas diferentes áreas governativas e encontrar um formulário automatizado para levantamento de necessidades e disponibilidades, com um sistema de encaminhamento do pedido/oferta de ajuda, onde se inclui oferta de emprego.